AS NOSSAS PARTILHAS

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O Banquete das Bruxas

Não sei o que se passou hoje na nossa sala!!!
Deve ter sido a bruxa Mimi que lançou um feitiço.
Durante a tarde, os meninos e meninas, um a um transformaram-se em bruxas e bruxos.
.
Graças a Deus umas bruxas muito simpáticas...
 

 
 
Como pareciam todos esfomeados ( no reino de "Cabeça de Cabaça" o almoço tinha sido feijoada) resolvemos oferecer um banquete ás nossas bruxas e bruxos.
.
Mas não foi um banquete qualquer. Os petiscos foram escolhidos a preceito no meio de várias iguarias disponíveis na "emeta do outro mundo".
 
TRIPAS DE MORCEGO
 
MIOLOS DE DRAGÃO
 
FANTASMA DAS CUECAS ROTAS

SANGUE DE UNICÓRNIO
 
LINGUAS DE BRUXA DESDENTADA
 
OLHOS DE FANTASMA
 
LARVAS, LÁBIOS DE VAMPIRO E OSSOS DE FRANKENSTEIN
 
TÍBIAS DE ESQUELETO ENROLADAS

TOSTAS DE PELE DE BRUXA
 
 
 
AGORA SIM!
AS NOSSAS BRUXAS E BRUXOS REGALARAM-SE.
 
 
 
 
 

A visita da Bruxa Mimi

Hoje de manhã recebemos a visita da "Bruxa Mimi".

 
 
 
A principio pensamos que ela era boa e vinha trazer-nos rebuçados mas agora a nossa educadora acha que não....
(vejam os próximos episódios)
 

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Uma Corrida Marada




Sinopse
Rita é uma pequena ratinha que vive em Ribeirão, uma vila pacata situada no norte de Portugal. Como muitas crianças da sua idade, a Rita gosta muito de brincar, ver televisão e de estudar. No entanto, tem um problema: é um bocadinho gordinha. Em Portugal há muitas crianças com o mesmo problema da Rita - excesso de peso. Mas, com força de vontade e a ajuda dos seus pais e professores conseguem resolver esse problema. Será que a ratinha Rita também conseguiu? Esta história, baseada no sonho e na fantasia dos autores (profissionais de saúde) tem como objectivo incentivar as crianças para a aquisição de hábitos alimentares saudáveis assim como para a prevenção de doenças relacionadas com uma má alimentação.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

"O senhor mago e a folha"

Hoje a nossa educadora contou-nos a história "O senhor mago e a folha".

Antão é um mago que decide pôr fim à solidão em que vive, transformando uma das folhas arrastadas pelo vento de Outono numa menina.


(...)- Já estou velho e sinto-me só. Se um dia adoeço, não tenho quem cuide de mim. Esta folha que encontrei é muito formosa e, se calhar, podia transformá-la numa menina.
.
Meu dito, meu feito. Um pincel e tintas de muitas cores seriam as melhores ferramentas para realizar a sua magia. Pintou-lhe uns longos cabelos louros, olhos azuis, um nariz empinado e uma boca de lábios rosados, umas orelhas redondas, uns braços com mãos suaves e dedos perfeitos, umas pernas com pés ligeiros como o vento…
.
Quando terminou, guardou a folha na caixinha dos desejos e pousou-a na pedra da janela.(...)
Depois, como de costume, realizamos diversos trabalhos abordando as diversas áreas de conhecimento: