AS NOSSAS PARTILHAS

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Recepção às crianças

"Todos são importantes no trabalho de equipa, cada um representa uma pequena parcela do trabalho final"  (Salvador Faria)

Este foi o mote para a atividade de recepção às crianças.





Cada criança coloriu uma peça de um puzzle que depois foi montado valorizando o trabalho a importância do grupo para o trabalho final.


sábado, 10 de setembro de 2016

A IMPORTÂNCIA DA ROTINA E DO SONO PARA UMA CRIANÇA


A saúde e o equilíbrio de um individuo estão intimamente ligados ao seu ritmo. Na criança mais ainda, pois está a aprender a entender o mundo e quem estabelece este ritmo na infância, são os pais ou cuidadores.

Nos primeiros 7 anos de vida, a criança desenvolve-se muito. Na parte física, por exemplo, ganha muito peso e cresce bastante. Sabemos que durante o sono a criança desenvolve-se ainda mais, então é essencial que durma bastante, de preferência durante a noite.

Hoje em dia, há uma grande dificuldade em alcançar uma rotina natural do Dia e da Noite como antigamente. As horas de sono, por exemplo, têm diminuído bastante segundo diversos estudos, principalmente depois da chegada da luz eléctrica. Agora com a incidência dos tablets, telemóveis, televisão , etc, nem se fala. Toda esta tecnologia de luz tem roubado muita vitalidade, principalmente ás crianças, que precisam de muitas horas de sono e também de uma rigorosa rotina na alimentação.

(...)

A criança precisa deste ritmo não só para as suas necessidades orgânicas, mas também para as suas necessidades emocionais. Se a criança reconhece que a vida tem um ritmo, que o sol se levanta e se põe, que existem as estações do ano, que o seu aniversário se repete todos os anos na mesma época, terá uma segurança emocional que se deve à previsibilidade.

Ou seja, se a criança sabe que as coisas acontecem e que não tem que gritar, ou de ficar ansiosa para conseguir algo, todo o seu entorno caminhará de forma mais harmoniosa inclusive a sua alimentação.

Por Dr Antônio Carlos de Souza Aranha

domingo, 4 de setembro de 2016

O Jardim de Infância - Eduardo Sá e o Pré-Escolar

A ideia foi defendida por Eduardo Sá no encontro "Vale a Pena ir à Pré", uma iniciativa conjunta da Carlucci American International Scholl of Lisbon (CAISL) e da revista Pais&filhos destinada a debater e esclarecer o valor do ensino pré-escolar na educação de uma criança.

Eduardo Sá, que começou por manifestar o seu desacordo pela "distinção que é feita entre educação infantil e ensino obrigatório", considerou depois que ainda existem alguns "erros" nos moldes em que, por vezes,, o ensino pré-escolar é praticado.

"O jardim de infância não é para aprender a ler nem a escrever" criticou, lembrando que " as crianças antes de aprender a ler, aprendem a interpretar" e que" não é por tornarmos uma criança um macaquinho de imitação que ela vai ser mais inteligente" Eduardo Sá, psicólogo clínico com grande parte da sua carreira dedicada à psicologia infantil, defendeu que o jardim de infância deve antes ser um local onde a criança exerça atividade física pois, justificou, "as crianças aprendem a pensar com o corpo" e se souberem mexer o corpo "mais expressivas serão em termos verbais".

Além disso, prosseguiu, o jardim de infância deve ser um local para a criança receber educação musical " a música torna-os fluentes na língua materna") e educação visual ("quanto mais educação visual tiverem, menos dificuldades têm na ortografia). Por outro lado, disse ainda, as crianças precisam de "contar e ouvir histórias" no jardim de infância, sublinhando que " as histórias ajudam a pensar" e a "linguagem simbólica arruma os pensamentos".

Mas, mais que tudo isso, o jardim de infância deve ser umespaço para a criança brincar. A brincadeira é um "património da humanidade" queajuda " a pensar em tempo real e a resolver dificuldades" salientou o psicólogo, sublinhando que " brincar não pode ser uma atividade de fim de semana" nem os espaços para brincar podem estar confinados a pátios fechados. " É obrigatório que as crianças brinquem na rua", defendeu.

Em suma, concluiu, " o jardim de infância faz bem á saúde" e é urgente que seja "acarinhado". Sob pena de virmos a pagar no futuro " custos exorbitantes" por tal esquecimento.

in Pais&filhos

RETIRADO DE http://www.coisasparacrianças.com/eduardo-sa-e-o-pre-escolar/