AS NOSSAS PARTILHAS

quarta-feira, 11 de abril de 2012

A árvore generosa

Hoje recebemos a visita da Professora Ana Paula que nos veio contar, entre outras, a história:
" A árvore generosa"

"Este livro é o mais conhecido do escritor e ilustrador norte-americano Shel Silverstein. O clássico, escrito em 1964, comoveu gerações com a história de uma árvore e um menino. Com poucas palavras, Silverstein fala da relação entre o homem e a natureza, onde uma árvore oferece tudo a um menino, que a deixa de lado ao crescer ao mesmo tempo que se torna num homem egoísta. Mas para agradar ao menino que ama, a generosidade desta árvore não tem fim - ainda que isto signifique a sua própria destruição. Em primeiro plano, uma lição de consciência ecológica: o homem pequeno, mesquinho, frente à generosidade e à força da natureza. No entanto, a dinâmica que vemos entre o menino e a árvore fala também da passagem do tempo e dos valores que são reavaliados com ela. A árvore ensina, por meio do afecto, uma relação de troca sincera e desinteressada - essa que o homem parece desaprender com as exigências da vida adulta. Duas fortes qualidades aliam-se neste livro. O facto de abordar questões fundamentais como o tempo, a morte, a vida, a relação amorosa e de amizade, tudo o que nos posiciona face aos outros e a nós próprios, assim como a aposta ao nível estético , na sobriedade narrativa como ilustrativa, com o traço simples e preciso de Silverstein. Shel Silverstein lança um olhar terno à arte da dádiva e ao conceito de amor incondicional no seu profundo e tocante livro infantil “A árvore generosa”. É a história sobre a relação de um menino e uma árvore.
(...)
 “A árvore generosa” pode ser lida e relida, pois a sua mensagem irá concerteza mudar à medida que o seu leitor cresce. Um livro que irá marcar crianças durante gerações e gerações."
— Beth Amos





Durante a tarde, partindo da palavra ÁRVORE estivemos a realizar uma atividade de consciência fonémica:
Recorrendo a três imagens, era lançado ás crianças o desafio de descobrirem qual das imagens correspondia a uma palavra iniciada pelo som A.



Para a maioria das crianças de 5 anos o desafio não teve qualquer dificuldade.

Mas não nos ficamos por aqui!
Complicamos então um bocadinho: Fomos procurar palavras que tivessem o som (fffffff...)

Fausto, Francisca, Alfredo, flor, fio, Fernando, Fábio e frigorifico - descobriu a Magui
folha, foguetão, Flávia e golfinho - descobriu a Luana Santos
foca e microfone - descobriu a Ana
fogo, xilofone, filha e ferrar - descobriu a Tamára
telefone e fossil - descobriu o Henrique
ferida, fogueira e Frederica - descobriu  o Paulo
fumo, frio e faca - descobriu a Mariana
fato, café e Sofia - descobriu o Adolfo
Filipa, Filipe, Delfim - descobriu o Guga
Filipe - descobriu  o Mauro
fósforo - descobriu a Frederica
flauta - descobriu o Gustavo P.

 PARABÉNS MENINAS E MENINOS!

1 comentário: