AS NOSSAS PARTILHAS

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Aquários

Na terça-feira fomos à biblioteca ouvir a professora Ana Paula ler a história "O aquário" do escritor João Pedro Mésseder.

Hoje começamos a realizar aquários com materiais de desperdício e outros que temos recolhido.










Brinca




Brinca sempre como se o tempo não contasse.

Brinca aos bombeiros, aos médicos, aos astronautas.

Brinca a coisas para as quais ainda não inventaram nomes.

Agradece quando tens amigos para partilhar brincadeiras, mas aprende que brincar sozinho também tem as suas riquezas.

Aceita que nem sempre as tuas brincadeiras vão ter graça.

Brinca para divertir a tua irmã mais nova.

Brinca quando a tua mãe teve um dia menos bom.

Brinca para esquecer que o teste te correu mal.

Brinca para fingires que o facto do "tal" ainda não ter dito nada não tem assim tanta importância.

Brinca aos cozinheiros, ás cantoras, aos cientistas.

Brinca para perceberes quem és, a liberdade que tens.

Brinca para não te sentires tão ansiosa num momento mais chato.

Brinca com o cabelo enquanto os teus pensamentos te levam para longe.

Brinca imaginando que tens um palco sob os pés quando a tua música favorita passa na rádio.

Não brinques com os sentimentos dos outros.

Brinca com as ironias da vida

Brinca com a sorte que tens, ou com o azar que ás vezes te bate à porta.

Brinca na areia até a vergonha te impedir de o fazer. (até passarem alguns anos e não te importares mais com isso).

Brinca só quando isso não  incomodar os outros porque as brincadeiras só valem a pena se todos estiverem divertidos.

Brinca com as características que te afastam da tua avó, com aquelas que vos fazem parecer da mesma geração.

Brinca por nunca te esqueceres de nada ou por nunca te lembrares de coisa alguma.

Brinca aos super heróis.

Brinca a alta velocidade e aproveita e dá mais uma volta na montanha russa.

Brinca com calma e vê as nuvens no céu a arrastarem-se para longe.

Brinca quando chegar a altura de sentires saudades por não brincares há demasiado tempo.

Acima de tudo. Nunca, mas nunca, deixes de brincar

ACIMA DE TUDO.NUNCA, MAS NUNCA,  DEIXES DE BRINCAR.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

100 000 árvores

Hoje voltamos a falar sobre árvores. Fomos ao Centro Ambiental do Parque da Pasteleira e estivemos a observar as partes que cosntituem uma planta e a falar sobre espécies autóctones, isto é espécies que estão adaptadas a viver no nosso território:

  • o sobreiro
  • o carvalho
  • o castanheiro
  • o loureiro
  • etc




Depois fomos brincar um pouco para o parque infantil que já era giro mas agora depois das obras ainda está mais divertido.



quarta-feira, 24 de maio de 2017

A Joaninha


Partindo da história "A Joaninha" estivemos a registar através do desenho aquilo que já sabemos sobre este inseto.



Estivemos também a fazer um jogo em que tinhamos que descobrir palavras que começavam pelo mesmo som que jjjoaninha. Depois realizamos o respetivo registo para não esquecermos.



Descobrimos então que com o som "jjjj" começam também as palavras judoca, jipe girassol,jato, gelado


domingo, 21 de maio de 2017

O Pisca faz Faísca

No âmbito do projeto SeguraNet, pretende-se alcançar o público em idade pré-escolar abordando temáticas prementes para esta faixa etária no que respeita á cidadania digital.
Deste modo, sugere-se a visita guiada ao sitio web "O Pisca Faz Faísca"  (http://pisca.seguranet.pt/ ) um espaço interativo de exploração da coleção de histórias em formato digital e de diversas outras atividades (adivinhas, sopa de letras, correspondencias, pinturas, entre outras).


Carregue sobre a imagem para aceder



segunda-feira, 15 de maio de 2017

Ildinha e Maximiliano

Ontem fomos á Biblioteca para trocar os livros para o empréstimo semanal e encontramos um que nos interessou. Chama-se Ildinha e Maximiliano e fala de duas joaninhas que se apaixonaram, casaram e tiveram muitos filhinhos.


Sabemos isto tudo porque a nossa educadora nos contou a história. Nós gostamos muito de joaninhas e por isso andamos a fazer algumas pesquisas para sabermos mais coisas.  Já encontramos um livro chamado "A Joaninha" que vamos ouvir ler para depois sabermos mais coisas sobre este animalzinho tão fofinho.


Entretanto temos feito alguns trabalhos.




sexta-feira, 12 de maio de 2017

A menina que não queria livros

Hoje estivemos a fazer um jogo de interpretação de texto e de consciência fonológica da história "A menina que não queria livros" de Luísa Ducla Soares.

É um jogo que temos realizado por diversas vezes com outras histórias, com o qual já estamos familiarizados e do qual já conhecemos muito bem as regras. Este jogo tem-nos ajudado muito a estar mais atentos e concentrados quando ouvimos uma história pois precisamos de a ouvir muito bem para depois saber responder ás perguntas que estão nos CARTÕES DE PERGUNTA.

Como já estamos grandes e já percebemos bem a dinâmica deste jogo, a nossa educadora cada vez facilita menos e quando não sabemos a resposta não ganhamos mesmo uma CARTA DE BINGO

Claro que nós já percebemos que ela escolhe as perguntas mais fáceis para os meninos mais pequenos... Não somos Tótos nenhuns! Mas não tem mal pois somos todos amigos e não os queremos ver tristes....








video

sexta-feira, 5 de maio de 2017

A nossa prenda para a mãe


Caixinha reciclada de garrafas PET recheada com bombons de chocolate " School made"




Os bombons da prenda da mãe





Mamãs: 

Aqui fica uma receita simples que pode ser preparada por todos, mesmo pelas crianças. Não demora mais do que 15 minutos. Basta comprarem o chocolate da vossa preferencia e depois de derretido enfeitar com frutos secos. Deixar secar, colocar numa caixinha ou saquinho, enfeitar e estão prontos para oferecer.

Mais simples era impossível e muito melhor do que oferecer uma caixa de chocolates comprada num qualquer supermercado. Nada como um presente feito em casa.

Ingredientes para cerca de 15 bombons:

200gr de chocolate (negro, de leite ou branco)
Frutos secos (nozes, amendoas, avelãs, pinhões...)

Preparação:

Antes de derreter o chocolate prepare tudo: coloque um papel vegetal num tabuleiro, parta os frutos secos e pegue numa colher pequenina.
Parta o chocolate em pedacinhos e coloque numa taça que possa ir ao microondas. Leve 30 segundos em potência máxima e depois desse tempo mexa o chocolate. Leve mais 30 segundos e volte a mexer bem.

Com uma colher coloque montinhos de chocolate sobre o papel vegetal. Polvilhe cada circulo com frutos secos tendo o cuidado de os pressionar um pouco para colarem ao chocolate. Deixe solidificar ao ar ou no frigorifico antes de guardar e 

VOILÁ estão prontos...


Deixamos também o registo pois esta atividade também é cientifica! 




Dia da Mãe 2017 - Um dia de afetos e ternuras

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Elmer


O elefante Elmer foi o nosso companheiro de brincadeiras durante alguns dias.